Não vá pelo mais barato! Explicamos porquê

07/05/2021

neves-e-ferrao-nao-va-pelo-mais-barato.jpg

 

Muitas vezes, o cliente que procura um arquiteto tem como fator decisivo apenas o preço dos honorários de cada profissional. Na arquitetura, como em muitas outras profissões, escolher um profissional com base no preço é um erro que pode ser perigosamente caro. Mas, quanto custa um arquiteto? Explicamos os erros comuns que os clientes não costumam ter noção até que seja tarde demais.

Quanto custa um arquiteto?

De modo geral, quanto custa um arquiteto? O arquiteto é um profissional com cédula profissional, como um médico ou um advogado, que exerce a sua atividade sob a proteção de uma Ordem dos Avogados e com um Seguro de Responsabilidade Civil válido. Ambas as condições são obrigatórias, devido ao elevado grau de responsabilidade que possui o exercício da profissão de arquiteto. 

Para realizar muitos dos trabalhos que um arquiteto oferece, normalmente é necessária uma equipa de profissionais de diferentes tipos e responsabilidades. 

Existem arquitetos que cobram menos?

É muito comum encontrarmos clientes a quem um arquiteto propôs um preço muito inferior ao que expusemos. A diferença pode ser de até metade do valor. O exercício da profissão de arquiteto é livre e cada arquiteto pode oferecer o preço que entender. Por isso, existem arquitetos de baixo custo que oferecem preços que podem ser realmente atrativos. 

A questão que o cliente tem de se colocar é, se ao construir uma casa dentro do orçamento, quer poupar no preço do arquiteto ou no resultado final da obra, se o arquiteto fizer um bom trabalho?

Por que um arquiteto custa este preço?

  1. Devido às horas e dedicação que devem ser colocadas na gestão do projeto e construção. 
  2. Devido às despesas em que incorre um arquiteto: Seguro, (um por cada obra que executa), Ordem dos arquitetos, impostos e aluguer de escritório. Isto, sem contar com todas as outras despesas que todos temos.
  3. Escusado será dizer que são cobrados a formação e as horas necessárias para ser arquiteto, como em qualquer profissão de responsabilidade.

Como é o trabalho de um arquiteto mais barato?

Se já deixamos claro quanto vale o trabalho de um arquiteto, como é possível que haja arquitetos que trabalhem por peços mais baratos ou até irrisórios? Sem generalizar, a verdade é que existem alguns sinais recorrentes que aparecem nos arquitetos que cobram mais barato. 

Estes são alguns deles:

Menos dedicação

Obviamente, quanto menos dedicação, menos horas de trabalho e menor o custo. Isto tem um impacto direto, não só na qualidade, mas também na precisão da documentação técnica. As complicações são muito comuns. Entre eles estão:

  • Atrasos nas concessões de licenças, devido à necessidade de corrigir deficiências na documentação ou projeto, voltando ao ponto de partida;
  • Graves problemas de execução, pois não se especifica o respetivo detalhe, pressupondo um acréscimo do custo de execução pelo qual o construtor não é responsável e que recai diretamente sobre o cliente. Além dos atrasos no projeto;
  • A falta de veracidade das certificações e previsões de consumo e energia;
  • A inconsistência entre as imagens mostradas ao cliente e o resultado final e uma infinidade de outras situações.

Uso ilegal de ferramentas e recursos digitais

As ferramentas de trabalho de um arquiteto e os programas de computador que ele utiliza para o desenho e o desenvolvimento do projeto são muito caras. É comum verificar que as ferramentas utilizadas para desenvolver um projeto de baixo custo não possuem licença válida ou foram pirateadas. Para o infrator, isto pode levar a penalidades muito severas. Para o cliente, significa ter contratado um projeto desenvolvido com ferramentas desatualizadas e, muitas delas, com erros programados para casos de pirataria. Ninguém quer que a estrutura da sua casa seja calculada com um programa que pode gerar imprecisões de cálculo se não tiver uma licença válida.

Poupança em Responsabilidade Civil

Seguro de Responsabilidade Civil contratado com apólice de cobertura mínima de sinistros.

Falta de envolvimento

Expectativa mínima de compromisso, reuniões, contacto e presença no local.

Reutilização de recursos

Reutilização de recursos e desenhos oriundos de outros projetos. Isto implica que o design não seja personalizado e, muitas vezes, nem pensado e otimizado para o cliente.

Recusa de colaboração com o cliente no projeto

Um arquiteto despende muitas horas nas diversas fases de projeto, ajustando e apresentando todas as opções ao cliente. Um arquiteto que se recusa a abrir o diálogo com o seu cliente, que não propõe alternativas e que resolve questões indicando que algo "não pode ser feito" está provavelmente a poupar muitas horas de trabalho.

Falta de infraestrutura

Existem muitos arquitetos de baixo custo que atuam como autónomos e oferecem os seus serviços com uma certa informalidade. Em muitos casos, não têm o seu próprio escritório ou ambiente de trabalho. São fáceis de detetar porque muitas vezes atendem o cliente em cafés, por exemplo, e não se oferecem para recebê-lo no seu escritório e apresentar planos e propostas de forma adequada. Outro problema é o facto de se contratar um único profissional, em comparação com uma equipa de especialistas que se encontra num escritório de arquitetura consolidado. Outro aspeto é a facilidade de desaparecer para um arquiteto que não se sabe ao certo onde encontrar em caso de reclamação.

Economizar na contratação de um arquiteto sai caro

O arquiteto é o profissional responsável por tornar uma obra cara ou barata. As soluções mais eficazes, eficientes e economicamente viáveis são sempre aquelas que envolvem mais trabalho e desenvolvimento para um arquiteto. 

Um arquiteto de baixo custo evitará sempre investir tempo nesse aspeto. Investir bem neste profissional pode resultar numa grande economia posterior, tanto de preocupações e complicações quanto puramente económicas, por poder ter a certeza de que o orçamento de execução é verdadeiro e poder contemplar e estudar o projeto com cuidado mantendo esta otimização em mente.

 

Se precisa de uma empresa qualificada e com um bom portefólio, entre com contacto connosco e diga-nos o que quer fazer. Vamos encontrar uma solução para o seu problema.


Destaques e Novidades

Não se deixe enganar! Saiba o que deve ter em conta quando pede um orçamento para obra

Neves & Ferrão, Todas . 27/05/2021

Não se deixe enganar! Saiba o que deve ter em conta quando pede um orçamento para obra

Ver mais +
Guia do Programa Vistos Gold

Investimento, Legislação, Todas . 09/11/2020

Guia do Programa Vistos Gold

Ver mais +
Não vá pelo mais barato! Explicamos porquê

Neves & Ferrão, Todas . 07/05/2021

Não vá pelo mais barato! Explicamos porquê

Ver mais +
A história entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e a Neves & Ferrão

Neves & Ferrão, Todas . 23/08/2021

A história entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e a Neves & Ferrão

Ver mais +
Como é que os Smart Buildings ajudam a construção?

Neves & Ferrão, Todas . 17/05/2021

Como é que os Smart Buildings ajudam a construção?

Ver mais +
Conheça a história da Neves & Ferrão

Neves & Ferrão, Todas . 03/05/2021

Conheça a história da Neves & Ferrão

Ver mais +
Por que somos diferentes?

Neves & Ferrão, Todas . 03/05/2021

Por que somos diferentes?

Ver mais +
Como poupar energia na construção

Neves & Ferrão, Todas . 17/05/2021

Como poupar energia na construção

Ver mais +
5 fatores para investir em Portugal em 2021

Investimento, Neves & Ferrão, Todas . 03/05/2021

5 fatores para investir em Portugal em 2021

Ver mais +

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, actualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.